segunda-feira, 29 de novembro de 2010

MÃES E OS CASTIGOS QUE ELAS DÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

As mães sabem de todos os nossos movimentos. Eu lembro-me tão bem do meu primeiro castigo como se fosse ontem... eu estava a brincar com o Danilo e ele empurrou-me e eu bati-lhe mesmo no minuto em que a minha mãe veio espreitar! Ela chegou tão depressa que nem me deu tempo para fugir. Puxou-me as orelhas, até parecia que estava a puxar uma raiz da terra, até chegar à cadeirinha do castigo (melhor amiga da minha mãe). Sentei-me antes de levar outro puxão de orelhas e ela virou a cadeira para a parede. Estava tão zangada que nem ralhou e foi-se embora ver as notícias. Do canto do olho via o Danilo a fazer caretas (ele estava a ver a cena toda) e eu retribuí-lhe da mesma maneira. Foi só uma careta, mas isso já deu razão à minha mãe para ralhar. Lá começou ela com o dedo, toda chique com a unha pintada de preto com anel e tudo. Depois tive uma ideia, no dia anterior tinha estado a desenhar e deixei uma folha no chão junto à cadeira. Peguei nela e escrevi. Escrevi nela o que me ia na alma e levantei-me para lhe ir entregar, mas ela mandou-me sentar mal dei o primeiro passo. Passados cinco minutos, ocorreu-me outra ideia. Na escola aprendi a fazer aviões de papel, peguei na folha, fiz as dobragens necessárias e fiz um que voou direitinho à cabeça da minha mãe. Desta vez tive mais sorte e ela não ralhou! Abriu a carta e na sua cara nasceu um sorriso. Foi assim o meu primeiro castigo.  
    Ninguém sabe como elas descobrem. Nunca temos tempo de fugir, somos sempre lentos. As mães ralham, mas também, sem mães o mundo não tem sentido.                                                                  

Nicole Santos Fernandes º4 E – EB Alvorninha  (aluna que integrou o Agrupamento em Setembro, vinda dos Estados Unidos da América)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Uma aventura literária


Já está a decorrer o concurso "Uma aventura literária 2011". Informa-te com o teu professor de Língua Portuguesa, na Biblioteca ou clica na imagem:


Para te inscreveres, clica aqui:
 

Concorre!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DO NÃO FUMADOR – 17 DE NOVEMBRO

De 8 a 19 de Novembro a professora Ana Clemente, que lecciona Ciências Naturais ao 3º Ciclo, promoveu  debates na sala de aula, visando sensibilizar os alunos para a prevenção do tabagismo. Com este fim foram distribuídos aos alunos das turmas dos 7º, 8º e 9º anos um folheto sobre o vício de fumar, da Associação Nacional de Tuberculose e Doenças Respiratórias. Na sala de professores, foi afixado um folheto intitulado “Os 10 Mandamentos do Antigo Fumador”, da Fundação Portuguesa de Cardiologia, incentivando os actuais fumadores a deixarem de o fazer.
Apresenta-se o folheto que foi entregue aos alunos:

Comemoração do Dia do Não Fumador

No dia dezassete de Novembro, mal chegámos à escola, a professora alertou-nos para a comemoração, nesse dia, do “Dia do Não Fumador”. Explicou-nos o que isso representava e falámos bastante sobre o tema. Vimos quais são os malefícios do tabaco e os problemas que podem vir do hábito de fumar. Vimos também quais são os benefícios de levarmos uma vida saudável, com uma alimentação equilibrada, muita actividade física e sem vícios (principalmente sem fumar). Depois da nossa conversa, a professora propôs que fizéssemos um cartaz sobre o dia em causa. Com os cartazes já prontos, cada aluno mostrou o seu trabalho à turma.
Como forma de comemorarmos esse dia com um hábito saudável, cada aluno fez uma pequena corrida à volta da escola à qual chamámos “Correr pela nossa Saúde”.
E foi então que o dia chegou ao fim, muito divertido, muito alegre e acima de tudo saudável.
João Alexandre Ferreira, 3º ano,Turma D, EB Alvorninha

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

"ROSTOS DA REPÚBLICA" na Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha


Está patente, até ao final do mês de Novembro, na sala infanto-juvenil da Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha, a exposição de cartazes elaborados, pelos alunos do 5.º ano, do ano lectivo anterior, intitulada “Rostos da República”. Os trabalhos desenvolvidos sob orientação da professora Susana Silva e do professor Alberto Santos da área curricular disciplinar de Educação Visual e Tecnológica integram-se, nas Comemorações para o Centenário da República.
Esta iniciativa surge, no âmbito das parcerias estabelecidas entre a Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha e as bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas, assim como, da promoção do trabalho articulado e colaborativo, com os docentes, através da participação no projecto das Comemorações para o Centenário da República.

A não perder!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

PRIMEIRO ENCONTRO DO PROJECTO COMENIUS



Na semana de 22 a 26 de Novembro de 2010, a nossa escola vai receber o primeiro encontro do projecto Comenius subordinado ao tema “Medicinal Herbs in Europe”. Este encontro, o primeiro das seis etapas do projecto, vai trazer até nós, participantes de vários países europeus (professores e alunos). Desde o início do ano lectivo, a equipa responsável pelo projecto Comenius preparou este encontro e coordenou, em conjunto com muitos outros professores, alunos e a Biblioteca, as várias actividades e oficinas que irão preencher a semana em que iremos ser anfitriões do projecto.
Os nossos alunos prepararam especificamente duas das tarefas necessárias à consecução deste primeiro encontro: elaboraram logótipos e fotografaram, dando largas ao seu talento e imaginação, ervas e plantas medicinais. O resultado do seu trabalho, será sujeito a avaliação, e após seleccionadas as melhores propostas, as mesmas irão representar nossa escola no projecto.
Este é um projecto com duração de dois anos e que envolve a realização de muitas actividades, pelo que todos terão futuramente oportunidade de participar, dando o seu contributo para o produto final, a elaboração de um livro e um calendário. Ambos versarão a temática das ervas medicinais europeias, focando, desde as suas propriedades até às receitas em que sejam parte integrante. 
Entretanto, por cá, alguns alunos da escola vão receber nas suas casas, os colegas estrangeiros, aproveitando assim para desenvolver novas competências em línguas estrangeiras, ao mesmo tempo que tentam mostrar de um modo personalizado, a cultura portuguesa. Simultaneamente, terão a tarefa de apoiar a sua integração na comunidade escolar, ajudando-os na adaptação ao meio, fazendo a ponte com as respectivas turmas e participando também nas actividades planeadas.
O contacto entre os nossos alunos e os visitantes já começou há algum tempo, graças à utilização da internet. O entusiasmo pela sua chegada é grande e com certeza todos tentarão dar o seu melhor.
São muitos e variados os países e respectivas escolas participantes. Ficam então aqui os nomes das escolas, dos Países, das vilas ou cidades de onde provêm os alunos visitantes:

Realschule Berenbostel/Garbsen (Alemanha)
Robert-Reiss-Oberschule/Liebenwerda (Alemanha)

Benczur Gyula Altalanos Iskola/Nyiregyhaza (Hungria)

Spojena Skola Kollarova/Secovce (Eslováquia)
Longdean School/Hemel Hemstead (Reino Unido)

Türk Telekom Lisesi/Canik (Turquia)

Gimnazjum nr1 Mikolaja Kopernika/Wrzesnia (Polónia)

Kajaanin Keskuskoulu/Kajaani (Finlândia)

Agrupamento de Escolas de Santa Catarina/ Santa Catarina (Portugal)

EB das Relvas comemora o S. Martinho


No dia 11 de Novembro de 2010, comemorámos o dia de São Martinho na nossa Escola.
As duas turmas juntaram-se e visionaram dois PowerPoint. O primeiro foi a “lenda de São Martinho”, soldado romano que encontrou um mendigo a pedir e cheio de frio. Então o soldado dividiu com ele a sua capa para o mendigo se agasalhar. Seguidamente, assistimos à história da “Maria Castanha”. Aqui, fartamo-nos de rir principalmente quando a “Maria Castanha” deitou o assador ao chão e não Sabia o que eram castanhas e que estas eram muito boas. Quando provou as castanhas ficou encantada. Também cantámos canções alusivas ao dia de S. Martinho. Uma foi com a música do “apita o comboio”.
Mais tarde, fizemos cartuchos para manter a tradição. Pusemos lá dentro as castanhas assadas e comemo-las. Quem nos assou as castanhas foi a dona Luzia, tarefeira da Escola e que é muito nossa amiga. Tem um forno de lenha e assim as castanhas ficaram muito gostosas. Mais que gostosas, deliciosas.
Por fim ainda fizemos algumas rodas, para nos divertirmos mais. 

Foi um dia inesquecível.

Texto escrito pelos alunos da Turma A de Relvas

O Magusto na EB de Alvorninha


Ontem celebrámos o Magusto na nossa escola. Construímos coroas de castanhas, na Biblioteca vimos a apresentação da lenda de São Martinho e ficámos a saber mais coisas sobre a sua vida.
Depois do almoço recebemos a visita das famílias e dos idosos do Centro de Dia de Alvorninha. Alguns pais fizeram teatros: um era do Espantalho e o outro era da Maria Castanha. Gostámos muito de ver os teatros e os animais verdadeiros. Os idosos e os alunos do 3º e do 4º ano cantaram canções.
Terminámos o dia com um lanche onde todos convivemos e comemos castanhas assadas.
Foi um dia muito divertido para todos.

      Texto colectivo elaborado pelos alunos do 2.º ano - Turma B





Democracia e cidadania no Jardim-de-Infância da Ramalhosa - "Vamos a Votos!"


“ Vamos a Votos” No dia 29 de Outubro de 2010 os meninos do JI da Ramalhosa foram a votos para escolher o chefe de sala.
Antes, os candidatos tiveram direito a sessão fotográfica e a momentos de campanha eleitoral. No dia da votação, munidos do seu “cartão de cidadão”, todos tiveram oportunidade de votar e

de escolher, entre os sete candidatos, o seu chefe de sala.
O Henrique Ferreira e a Daniela Costa estavam na mesa a receber o cartão de cidadão, a ver na lista os nomes de quem votava e a dar o boletim de voto. No fim, contaram os votos e registaram os resultados.
O Eduardo ganhou, porque teve mais votos. Ele é o nosso chefe de sala.
No final, foi elaborada uma acta com os resultados da votação e todos se comprometeram a respeitar o resultado.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Aprendizes de escritores

Ser poeta…
A minha escola
Escola que eu adoro
Adoro a minha professora
Professora que me ensina
Ensina coisas novas
Novas para aprender
Aprender a ser feliz
Feliz como eu sou
Sou alegre
Alegre e que traz alegria às pessoas
Pessoas e amigos
Amigos que me acarinham
Acarinham e ajudam
Ajudam nos momentos difíceis
Difíceis em que precisamos
Precisamos de ter a família
Família que me adora
Adora como eu adoro a vida
Vida que eu vivo
Vivo no dia-a-dia
Dia na escola
Escola que eu gosto
Gosto de aprender
Aprender e ser feliz
Feliz porque estou nesta escola
Escola de Santa Catarina
Catarina é a padroeira da nossa vila!
Beatriz Rodrigues Querido, nº2, Turma D da EBI/JI de Santa Catarina


A minha escola
Escola que nos dá vida
Vida para aprender
Aprender, eu adoro
Adoro a minha professora
Professora que me ensina
Ensina muitas coisas
Coisas novas
Novas são as minhas canetas
Canetas coloridas
Coloridas com as cores do arco-íris
Arco-íris que eu gosto
Gosto da minha escola
Escola onde se aprende
Aprende a escrever
Escrever é o que eu amo
Amo a minha família
Família que me ajuda
Ajuda a fazer recontos
Recontos de histórias antigas
Antigas e não só
Só depois das aulas
Aulas que eu tenho
Tenho no meu dia-a-dia
Dia feliz
Feliz aniversário, mana
Mana que eu adoro
Adoro a minha família!
Ana Luísa Almeida, nº 1, Turma D da EBI/JI de Santa Catarina


O Outono regressou
O Verão já passou.

O tempo é frio
Até me dá um arrepio.

Vou ter saudades do mar
Onde nadava sem parar.
Cristiana Marquês, nº 5, Turma D da EBI/JI de Santa Catarina

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Democracia e Cidadania no Jardim-de-Infância da EB de Alvorninha - "Vamos a Votos!"


No âmbito da actividade  “Vamos a votos!”, o grupo B de Alvorninha, procedeu à eleição do seu chefe de sala. O maior problema foi que não podiam ser os 19 elementos da sala, tinham de escolher só um. Com a definição do perfil do chefe, as crianças foram desistindo da sua vontade, sendo apenas 6 os candidatos ao cargo. Iniciaram a sua campanha eleitoral, pediram ajuda aos pais e durante uma semana, após o almoço, tinham o seu tempo de antena. Cada candidato apresentou a sua frase de campanha:
“Quando vires o papel, vota no Manuel!”
“A Tatiana não engana”
“Com a Beatriz, vais ser feliz”
“Vota Maria, é só alegria”
“Vota Simão, o amigão!”
“ No papel, vota Raquel!”
Todas as crianças executaram o seu cartão de identificação, preenchido com a ajuda dos pais, para poderem exercer o seu direito de voto.
No dia 29 de Outubro, realizou-se a tão esperada votação e, após o almoço, procedeu-se ao escrutínio e analisaram-se os resultados.
Todos votaram! O Manuel foi o candidato mais votado, obteve 7 votos; seguiu-se a Tatiana e a Raquel que tiveram o mesmo número de votos, 4, empataram e são as suplentes! Também houve um voto nulo porque uma criança colocou a cruz fora do espaço próprio para o efeito. A Maria não teve nenhum voto, a Beatriz só teve um, o Simão teve três. Estes resultados vão ser colocados em local visivel na sala num gráfico de barras, para facilitar a sua leitura.
Proporcionaram-se às crianças, de uma forma lúdica, vivências democráticas que contribuíram de certo para o seu desenvolvimento sócio-moral e a sua participação na vida da escola.

Democracia e cidadania no 4.º E da EB de Alvorninha - "Vamos a Votos!"


No passado dia 27 de Outubro, na EB de Alvorninha, a turma E do 4º ano realizou a eleição do chefe de turma.
Dias antes foi explicado à turma o perfil de um bom chefe. Assim, os alunos ficaram a saber que este deve ser educado, responsável e respeitar e fazer respeitar as regras da escola e da sala de aula. Posto isto, começaram surgir as candidaturas dos mais variados alunos. No dia das eleições tudo estava a postos como se de umas eleições presidenciais se tratasse. Não faltava a urna, o biombo nem os boletins de votos com as fotografias dos vários candidatos.
Um a um, os alunos foram exercendo o seu direito de voto. Escolheram o seu candidato e colocaram o boletim, bem dobrado, na urna.  Todos adoraram esta experiência. Pela primeira vez fizeram o que apenas costumam ver os adultos fazer.
No final, foi feito o escrutínio e por se ter verificado um empate, houve a necessidade de proceder a uma 2ª volta. Tudo estava muito parecido com umas verdadeiras eleições, Foi uma experiência muito divertida e enriquecedora que todos vão querer repetir muitas e muitas vezes ao longo da vida.
Texto elaborado pelos alunos do 4º E

VISITA DE ESTUDO AO FESTIVAL INTERNACIONAL DE BANDA DESENHADA E À MÃE D` ÁGUA


No âmbito das disciplinas de Educação Visual, História e Ciências Naturais realizou-se no passado dia 29 de Outubro  uma Visita de Estudo ao Festival Internacional de Banda Desenhada e à Mãe d´Água, destinada aos alunos das turmas 8º A, B e C. Acompanharam os alunos nesta visita os professores Olga Matias, Ana Clemente, Susana Paulo, Francisco Silva, Luís Sousa e Rogério Silva e a Interprete de Língua Gestual Portuguesa Cátia Franco.
Da parte da manhã, os visitantes estiveram no Festival de Banda Desenhada, na Amadora. O evento é uma mostra de banda desenhada, cujo tema central é o Centenário da República.
Da parte da tarde os visitantes tiveram oportunidade de participar numa visita guiada pelo Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras (também chamada Casa das Águas), parte integrante do Museu da Água, primeiro grande reservatório de água de Lisboa, construído para receber as águas que chegavam à cidade através do Aqueduto das Águas Livres. No interior merece destaque a cisterna de água, com capacidade de 5500 m3 e com 7,5 metros de profundidade. Possui um terraço com vista panorâmica sobre a cidade de Lisboa.
Os alunos afirmaram ter gostado muito da visita (apesar da chuva), tendo salientado predilecção pela Mãe d´ Água.

Bolinho à mistura com bruxinhas, morceguinhos e muito mais!

Na passada 6ª feira, dia 29 de Outubro o ambiente foi de festa na nossa escola. Foram proporcionadas aos alunos diversas actividades, não tem faltado a confecção de pequenas broas para o “Pão-por-Deus, de saquinhos para recolher as oferendas e de pinturas faciais de aranhas, bruxinhas e outros simpáticos seres. Neste dia tivemos também a visita dos idosos do Centro de dia de Alvorninha que não se cansaram de admirar a escola dizendo não terem palavras para expressar o quanto é bonita. Os alunos gostaram de ouvir e, solícitos, foram mostrando todos os trabalhos de embelezamento e decoração já realizados.
A Biblioteca Escolar também marcou presença tendo sido apresentado naquele espaço, durante a manhã, pela professora Tânia Silva, o livro de Emily Horn, com ilustrações de Pawel Pawlak. 
Os alunos gostaram da história e da personagem principal, o Leonardo, o gato preto que queria encontrar uma bruxa e nem foram precisos feitiços ou poções mágicas para que se mantivessem atentos.
Durante a tarde foram disponibilizados vários exemplares deste livro aos alunos e mais uma vez foi muito gratificante constatar que os alunos os solicitavam e os liam com prazer.

Pão Por Deus na EB de Alvorninha

Foi no dia 29 de Outubro e logo de manhãzinha que os alunos e professores da Escola de Alvorninha deitaram mãos à obra para cumprirem com a tradição. Perdidos entre as mais variadas iguarias, tachos, panelas e colheres de pau, lá foram colocando cada um dos ingredientes entre os olhares dos mais atentos.
Com farinha, mel, azeite, açúcar, canela e erva-doce, as pequenas broas foram sendo moldadas com carinho pelas mãos de todos os meninos. Enquanto ganhavam um pouco de cor no forno, a nossa escola foi-se enchendo de um cheiro maravilhoso…cheiro doce e que fazia crescer a água na boca.
Neste compasso de espera, falou-se sobre a tradição do “Pão por Deus”, ou o “Dia do Bolinho. E quem nos pode falar melhor sobre a tradição?
As pessoas mais idosas…
Quase que parecia magia…
Subitamente a nossa escola encheu-se de “idosos” do Centro de Dia de Alvorninha.
Entre a troca de experiências, entre a troca de saquinhos de “pão por deus”, entre beijinhos e abraços, deu-se um momento de convívio, de partilha e transmissão de valores tão importantes nos dias de hoje.
Também a biblioteca da escola preparou uma actividade para os meninos e meninas desta escola. Entre alguns sustos e risotas, os alunos puderam assistir à apresentação em PowerPoint do livro “Desculpa…por acaso és uma bruxa?
No final do dia, cada menino levou para casa, o coração cheio de um dia divertido, um dia rico em tradições e um saquinho elaborado na sua sala de aula… Um saquinho de “Pão por Deus”, cheio de broas, rebuçados e carinhos para partilharem em casa com os seus pais e amiguinhos.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Somos aprendizes de escritores...


O Outono regressa

O Outono regressa, o vento volta para brincar com o ar, os ursos começam a hibernar, …
O Outono é assim, cheio de surpresas e de coisas maravilhosas. Eu adoro o Outono; ver as folhas a cair e a vaguear pelo chão, ouvir os últimos cantares de alguns pássaros que vão partir para terras longínquas e quentes, nesta altura do ano.
O Outono pode ter coisas más como não poder sair à rua, não poder ir brincar lá fora, porque está frio, … mas tem uma coisa especialmente boa! Podermos comer pipocas a ver um filme cómico!
Nesta estação do ano já sei o que vou fazer quando não tiver trabalhos para casa e não estiver muito frio. Vou fazer um monte de folhas e depois atirar-me para cima delas. Vou sentir o vento a passar o que me dá a impressão de estar a sonhar que sou uma princesa e grito muito alto:
- Vento, tu és o rio da esperança!
Como é bom sonhar! Mas eu não me posso esquecer que vivo num mundo real e que tudo isto são fantasias da minha cabeça!
Adoro sonhar e adoro o Outono!
Catarina Simões 
 4.ºano - Turma D

Estava eu a apanhar Sol na praia quente e reconfortante, porque não há nada melhor do que o Verão, quando senti uma aragem que me deixou em pele de galinha. Fui para casa!
Durante o caminho vi que tinha chegado o Outono, frio e ventoso.
Cheguei a casa com pena de ter acabado o Verão e, como não tinha nada para fazer, fui ler livros sobre esta estação do ano.
Ouvi uma melodia e, ao mesmo tempo, senti uma aragem fria. Perguntei a mim mesmo:
- Deixei alguma janela aberta?!
- Não! - Exclamou uma voz que eu não conhecia.
- Sou eu, o Outono! Posso entrar? – Perguntou.
- Podes! – Respondi, eu!
- Vi que tu estavas triste por o Verão acabar – disse o Outono preocupado…por isso trouxe-te uvas.
- Uvas?! – Perguntei eu.
Eu adorava uvas!!!
A partir desse dia entendi que o Outono não é assim tão mau!
Duarte Lemos
4.º Ano - Turma D
  

Vanda Marques nas bibliotecas da EBI/JI de Santa Catarina e de Alvorninha

Na Biblioteca da EBI/JI Santa Catarina

“Há muito, muito tempo atrás, vivia no Reino de Portugal um menino chamado Nuno. Nuno era um sonhador, passava horas e horas a brincar com a sua espada de madeira e a imaginar que era forte e valente, como os cavaleiros do Rei Artur.”
Na Biblioteca da EBI/JI de Santa Catarina

É assim que começa a história do livro que a Vanda veio contar, no dia 25 de Outubro na biblioteca da EBI/JI e no dia 28 de Outubro, na biblioteca de Alvorninha.

Utilizando uma linguagem simples e carinhosa, a escritora deu a conhecer , aos mais pequenos,  uma das personagens mais importantes da História de Portugal.

Na Biblioteca da EB de Alvorninha

O entusiasmo foi grande, fizeram-se muitas perguntas, os mais pequenos aprenderam novas palavras, falou-se de valores, como a partilha e a bondade e os autógrafos foram muitos!

Na biblioteca de Alvorninha, duas encarregadas de educação aceitaram o nosso convite e assistiram também à apresentação do livro.

Na Biblioteca da EB de Alvorninha
Na Biblioteca da EB de Alvorninha
 
No final, a escritora foi surpreendida, pelos alunos do 4.º ano da EB de Alvorninha, com a canção "A Batalha de Aljubarrota".

Os autógrafos!